segunda-feira, 5 de setembro de 2011


Respirar, enfim, um momento só pra mim. E deixar a vida acontecer...

No meio da correria, de encontros e desencontros, de falas, olhares, as vezes a gente esquece o quanto importante pode ser uma conversa consigo mesmo! Digo dessas que a gente põe uma roupa confortável, prende o cabelo, ouve algo que veio na cabeça, desses momentos raros de paz interior, não tão raros pra mim, ultimamente to zem ate demais.. mas enfim, começo a sentir uma sensação de paz e vontade de escrever...escrever sobre o que se sente, talvez daí surjam as melhores escritas.
Penso que ceder certos pensamentos me levam, inevitavelmente a pensar em você. Olha o que o amor me faz! kkkk E é porque o momento era, enfim, um momento só pra mim, mas quando se sente uma coisa tão grande quanto o amor, não dá pra existir o só, e isso significa tanto, significa que você está me acompanhando até nesses momentos. E agora não tem volta!
Que bom que eu tenho você, não quero deixar morrer o que sinto. Sem uma razão certa estou ligeiramente emocionada, o amor bateu de frente comigo!
Obrigado por ser aquele que supera, todos os dias, as minhas expectativas. Não sei se mereço tanto amor e cuidado assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário